2-endocrinologista

Endocrinologia

Em sua maioria, os casos de obesidade são causados pela má alimentação ou falta de exercícios físicos. Acontece que algumas pessoas podem estar com distúrbios hormonais e, então, acabam por não conseguir perder peso. Neste caso, o médico Endocrinologista fará as investigações necessárias para descobrir porque seu organismo não está “funcionando corretamente”.

Mas o que o endocrinologista faz?

Essa especialidade médica estuda as glândulas endócrinas e os hormônios por elas produzido. Além disso, estuda as alterações metabólicas e distúrbios decorrentes da deficiência ou excesso hormonal.

Essas desordens podem ocorrer por diversos fatores, entre eles os fatores genéticos, de estilo de vida, e ambientais.

Os distúrbios endócrinos podem ser divididos em três grupos principais:

  • Doenças causadas por deficiência hormonal;
  • Doenças causadas por níveis hormonais excessivos;
  • Doenças causadas pelo desenvolvimento de tumores (benignos ou malignos) nas glândulas endócrinas.

A lista de doenças tratadas pelos endocrinologistas é bem extensa. Entre elas estão: hipotireoidismo, hipertireoidismo e nódulos de tireoide, diabetes mellitus, obesidade, distúrbios menstruais e da fertilidade, síndrome dos ovários policísticos, distúrbios do crescimento e da puberdade, crescimento excessivo de pelos (hirsutismo), colesterol alto, doenças da hipófise, osteoporose, menopausa, andropausa etc.

Uma das patologias que ganha um cuidado especial dos endocrinologistas é a obesidade. O número de pessoas que sofrem com essa condição é preocupante no país.

Nos últimos 10 anos, a prevalência da obesidade aumentou em 60%. De acordo com o Ministério da Saúde, mais da metade da população está acima do peso, o que está relacionado principalmente ao sedentarismo e à alimentação inadequada, muitas vezes decorrentes de influências sociais e comportamentais.

Um dos exames comumente indicados por esses profissionais é a bioimpedância, que avalia a quantidade de músculo, gordura e água corporal. Repetindo o exame periodicamente é possível avaliar os resultados do tratamento e seus efeitos na composição corporal.

Como falamos anteriormente, em alguns casos a obesidade está além da má alimentação. Se você mudou a alimentação, faz exercícios e mesmo assim sua massa corpórea não diminui, procure a FEM Clínica, possuímos duas unidades prontas para lhe atender.

Saiba mais sobre os nossos tratamentos e procedimentos, agente uma consulta

Faça uma visita!

Dra. Jucele Bettin
Resp. Técnico. CRM 103.455 – RQE 68.561
Membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Este site obedece as orientações do Conselho Federal de Medicina e do Código de Ética Médica, que proíbe a apresentação de fotos de pacientes, resultados ou procedimentos. As informações nele contidas podem variar conforme cada caso e representam apenas uma ideia genérica do atual estágio das técnicas apresentadas, não substituindo, em hipótese alguma, uma consulta médica tradicional e muito menos representando promessas de resultados. Todos direitos reservados.

CLÍNICA FEM 2019 – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

DESENVOLVIDO POR MELHOR KLICK